Nossos Passeios
 
Monte sua Viagem
 
Traslados e Fretamentos
 
Facebook
Twitter
 
Embratur
 
Meios de pagamento

Passeio: DIAMANTINA E CID. HIST. 8 DIAS

Valor: Valores sob consulta.

Resumo: CHEGADAS AOS SABADOS - Hospedagem em Belo Horizonte, Diamantina e Ouro Preto. Visita aos principais Pontos Turisticos do Circuito Historico de Minas Gerais.

Datas de Saída para este Pacote:
09-12-2017 - SAIDA CONFIRMADA
06-01-2018 - SAIDA CONFIRMADA
13-01-2018 - SAIDA CONFIRMADA
20-01-2018 - SAIDA CONFIRMADA

 1º DIA – AEROPORTO / BELO HORIZONTE

Traslado regular do aeroporto de Confins ou Pampulha para hotel em Belo Horizonte a cada hora com início às 6h e término à meia noite. Dia livre em que sugerimos o passeio ao Museu de Artes e Ofícios, na Praça da Estação com entrada gratuita aos sábados. Noite livre.

 

2º DIA - BELO HORIZONTE / SABARÁ / BELO HORIZONTE

Após o café da manhã, saída para a Feira de Artesanato da Avenida Afonso Pena, uma das maiores da América Latina, com 1 km de extensão e 3.000 expositores. Eles mostram a criatividade e a beleza da arte mineira com uma grande variedade de materiais e preços. Também serão visitados o Complexo Arquitetônico da Lagoa da Pampulha, com construções projetadas pelo arquiteto Oscar Niemeyer; o Complexo Cultural da Praça da Liberdade, com jardins inspirados no Palácio de Versailles, e prédios neoclássicos e pós-modernos que abrigam o Museu de Antropologia, o Museu de Minas e Metais e o Palácio da Liberdade - antiga sede do Governo de Minas Gerais; o Museu Histórico Abílio Barreto, localizado em um casarão secular remanescente do período em que Belo Horizonte ainda era conhecida como Arraial do Curral Del Rey; a Praça do Papa, no alto do bairro das Mangabeiras e de onde se avista toda a cidade.

Em seguida, viagem a Sabará para visitar as igrejas construídas no século 18. Embora tenham fachadas modestas de taipa e de madeira, a Capela de Nossa Senhora do Ó e a Matriz de Nossa Senhora da Conceição exibem no interior a riqueza do barroco. Retorno a Belo Horizonte e noite livre. Oportunidade para um bate-papo com os novos amigos em um dos muitos bares e botequins da capital.

 

3º DIA – BELO HORIZONTE / GRUTA DO MAQUINÉ / DIAMANTINA

Visitamos a Gruta do Maquiné, localizada na cidade de Cordisburgo, onde nasceu Guimarães Rosa, autor do livro “Grande Sertão Veredas” e também a casa onde o mesmo nasceu.

Em seguida, viagem a Diamantina. Chegada ao início da noite e hospedagem. Noite livre. Sugere-se uma agradável caminhada noturna para aproveitar os bares e restaurantes da cidade hospitaleira.

 

4º DIA – DIAMANTINA

Após o café da manhã, o grupo vai conhecer esta cidade impressionante que é Diamantina, tombada pela UNESCO como Patrimônio Cultural Mundial, distante quase 300 km de Belo Horizonte. Uma cidade com alma musical que se expressa através de seus inúmeros corais, bandas e grupos de serestas.

Destaque durante o passeio: visitas à Casa da Glória (dois sobrados ligados por um passadiço sobre a rua, que hoje abriga o Instituto Casa da Glória da UFMG, mas já se prestaram a diversas funções, entre elas, residência do bispo, orfanato e educandário comandado por freiras e já hospedaram Richard Burton e Saint Hilaire), à casa de Chica da Silva (antiga residência da famosa escrava, rainha do Tijuco), à casa de Juscelino Kubitschek (residência do ex-presidente quando criança),o  Caminho dos Escravos (parte da Estrada Real, é um trecho do caminho de pedras construído no início do século XIX pelos escravos e utilizado para transporte dos diamantes de Diamantina para os portos de Parati e Rio de Janeiro) e ao Mercado Municipal (antigo rancho de tropeiros e entreposto de trocas e vendas).

Em Diamantina é possível encontrar o fascinante e rico artesanato do Vale do Jequitinhonha, em suas inúmeras lojas espalhadas pelas ruas centrais, além de joias e bijuterias com cristais, ouro e casca de coco e uma diversidade de tapetes arraiolo. Retorno para a pousada no final da tarde e, à noite, sugere-se apreciar e, talvez, acompanhar pelas ruas da cidade um grupo de seresta.

 

5º DIA – DIAMANTINA / CONGONHAS / OURO PRETO

Após o café da manhã na pousada, viagem para Ouro Preto. No caminho, parada para conhecer o Conjunto dos Passos e Profetas na Basílica de Bom Jesus de Matosinhos, em Congonhas, tombado como Patrimônio Cultural Mundial pela UNESCO e expressão máxima da genialidade do escultor Aleijadinho. Chegada a Ouro Preto no final da tarde e hospedagem. Noite livre.

 

6º DIA – OURO PRETO / MARIANA / OURO PRETO

Após o café da manhã inicia-se o passeio por Ouro Preto, maior conjunto arquitetônico do barroco brasileiro. É uma das cidades mais importantes do Brasil Colonial, tombada como Patrimônio Cultural Mundial pela UNESCO.

Os destaques são as visitas a uma mina de ouro desativada, o Museu da Inconfidência, que funciona no imponente prédio da antiga Casa de Câmara e Cadeia e exibe um maravilhoso acervo de arte sacra e réplicas de Aleijadinho, além da sepultura dos Inconfidentes e supostas traves da forca de Tiradentes; a Casa dos Contos (casarão que serviu de prisão aos Inconfidentes e na antiga senzala apresenta uma impressionante exposição de instrumentos que serviam para torturar os escravos), a Igreja de São Francisco de Assis, que além de belíssima arquitetura, apresenta medalhão frontal desenhado por Aleijadinho e pinturas do mestre Athayde, e a Igreja do Pilar, a 2ª mais rica em ouro do brasil.

Em seguida inicia-se o passeio por Mariana, a 12 km de Ouro Preto. Cidade mais antiga de Minas Gerais, sendo a primeira capital do Estado, que preserva relíquias arquitetônicas do tempo do ouro em seu centro histórico e onde residem e trabalham alguns dos mais expressivos artistas do estado, o que permite uma surpreendente descoberta de um desses ateliês de pinturas, esculturas ou entalhes durante a caminhada pelas ruas centrais da cidade. Destacam-se a Catedral Basílica da Sé, com seu órgão alemão de 1701 com 1039 tubos, e a Praça Minas Gerais, onde se encontram a Igreja de São Francisco de Assis e Nossa Senhora do Carmo, além do Pelourinho e da Câmara Municipal. No final da tarde, retorno a Ouro Preto e tempo livre para aproveitar a vida noturna da cidade.

  

7º DIA – OURO PRETO / SÃO JOÃO DEL REI / TIRADENTES / BELO HORIZONTE

Após a liberação dos apartamentos e o café da manhã na pousada, o grupo iniciará a viagem para São João Del Rei e Tiradentes.

Em São João Del Rei, Capital Brasileira da Cultura em 2007, o passeio pelo centro histórico revela solares, museus e igrejas belíssimos, com destaque para a memorável Igreja de São Francisco de Assis, com seu imponente jardim com palmeiras imperiais, sua fantástica portada esculpida em pedra sabão e o cemitério que abriga o túmulo da família de Tancredo Neves.

Em Tiradentes, cercada pela Serra de São José, pequena e encantadora cidade, a caminhada pelas ruelas com calçamento irregular de pedras revela um casario bem preservado, charmosos ateliês, artesanato variado, uma infinidade de hotéis e pousadas, bons restaurantes especializados na culinária mineira e um povo muito acolhedor, além de atrações muito interessantes como a Matriz de Santo Antônio, com uma exuberância impressionante de detalhes, e o Chafariz de São José, que cercado de lendas, é uma parada obrigatória para descanso. Após os passeios o grupo continuará a viagem para Belo Horizonte com chegada no início da noite e hospedagem no hotel.

 

8º DIA – BELO HORIZONTE

Café da manhã e check out do hotel. De acordo com os horários dos voos, os traslados seguirão com os passageiros ao aeroporto para embarque de retorno às cidades de origem.

 

Importante:


Sabara

Congonhas - Revista Sagarana Yves Donnard

Gruta do Maquine em Cordisburgo

Diamantina

Ouro Preto

Mariana

Sao Joao del Rei

Tiradentes - Foto de Cesar Reis

Belo Horizonte
 
Uai Brazil Tour
Receptivo Turístico, Passeios Regulares nas Cidades Históricas, Grutas, Inhotim, Traslados para Aeroportos,
Locação e Fretamento de Carros, Vans, Micro-ônibus e Ônibus.
Rua Dona Judith de Morais e Barros 152 - Belo Horizonte - MG - CEP: 30690-800
Provedor WEB - Registro de Domínios, Criação e Hospedagem de Websites